terça-feira, 30 de outubro de 2012

Marighella - O guerrilheiro que incendiou o mundo

O livro “Marighella - O guerrilheiro  que incendiou o mundo", de Mário Magalhães, foi lançado ontem, em São Paulo, pela Editora Companhia das Letras.

Resultado de um trabalho de pesquisa de nove anos, a biografia percorre a vida, a obra e a militância de Carlos Marighella (1911-1969), que foi deputado federal, poeta e guerrilheiro durante a ditadura civil-militar no Brasil. Dentre as histórias narradas há passagens pela prisão, resistência à tortura, assaltos a bancos (e a um trem pagador) e tiroteios.

O texto reúne ainda documentos, como uma carta enviada pelo guerrilheiro ao  líder cubano Fidel Castro, datada de 1966, e uma correspondência de Miguel Arraes, ex-governador pernambucano, cassado e exilado pelos militares, a Marighella em 1967.

Serviço:

“Marighella - O guerrilheiro que incendiou o mundo"

Autor: Mário Magalhães
Editora Companhia das Letras, 2012
Páginas: 744

4 comentários:

  1. Boa dica. Eu estava mesmo esperando o lançamento deste livro. ;-)

    ResponderExcluir
  2. Leio td sobre Marighella + um prá minha coleção. WLW

    ResponderExcluir
  3. Já estou lendo e está muito bom. O livro desvenda o mito. O torna humano. Por exemplo a antiga afirmativa que Mariguella morreu atirando não procede. Marighella não estava armado em 4 de novembro de 1969, quando foi alvejado por quatro disparos de policiais comandados pelo delegado Sérgio Paranhos Fleury. Ele foi assassinado sem a menor chance de defesa.

    ResponderExcluir
  4. Estou terminando de ler e adorando.

    ResponderExcluir