domingo, 24 de julho de 2011

Militarização

fragmentos do artigo de Gabriela Moncau

Tiraram-nos a justiça e deixaram-nos as leis”. A frase é do escritor uruguaio Eduardo Galeano e foi citada pelo professor de jornalismo da PUC-SP, Silvio Mieli, para sintetizar a paradoxal sensação de injustiça e desigualdade, combinada com um sistema cada vez mais forte de repressão e militarização no Brasil, como o uso das Forças Armadas em manifestações operárias e nas favelas do Rio de Janeiro. Em São Paulo, nos últimos tempos, a população paulistana tem convivido não só com a rotineira presença policial em situações de repressão às manifestações sociais e nas violentas operações nos bairros pobres da cidade, como também tem enfrentado a orientação do prefeito de nomear policiais militares para a própria administração municipal.

Somente nas subprefeituras, 55 policiais militares ocupam posições no alto escalão administrativo; dos 31 subprefeitos, 25 são oficiais da reserva da PM, de modo que mais de 80% das subprefeituras estão sob comando direto da Polícia Militar. Além das subprefeituras, há comando policial militar na Secretaria de Transportes, na Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), no serviço funerário, no serviço ambulatorial municipal, na Defesa Civil e na Secretaria de Segurança, funções antes ocupadas por funcionários civis.

10 comentários:

  1. EStamos entao vivendo em total perigo

    ResponderExcluir
  2. Quando vivíamos na ditadura pelo menos sabiamos com quem estávamos lidando. Agora é tudo DEMO, tudo DEMOCRATICAMENTE pelo bem do povo.
    PHINEL

    ResponderExcluir
  3. Epa! Na ditadura não era diferente. Também usavam o slogan para o bem do povo e pela democracia. Aliás são os mesmos que proferem.

    ResponderExcluir
  4. nada mudou por aqui. o quadro que voces usaram para ilustrar o post é de 1814 - armas contra manifestações - enquanto a gente se sentir livre pelo mero fato de ter o direito de eleger governantes esse quadro se perpetuará.

    ResponderExcluir
  5. Cara Bianca, Milícia no poder perigo constante
    Tony@Ton

    ResponderExcluir
  6. Perigoso demais. É uma ação que entra de fininho na nossa sociedade, e quando acordamos estamos sendo administrados pelos mesmos que difundiram a ditadura no Brasil, na América Látina, Precisamos recuperar o entusiasmo, que às vezes parece perdida neste mundo que nos convida ao desânimo.

    ResponderExcluir
  7. Basbaqueira geral.
    Militares geram ordem. Disciplina pra todos andarem na mesma conduta pro bem geral.
    HeBoy

    ResponderExcluir
  8. Eita!
    HeBoy surtou de vez. kkkkk

    ResponderExcluir
  9. xiiii
    porque sera que estão fazendo isso
    qual o interesse
    o controle?

    ResponderExcluir
  10. I could not refrain from commenting. Perfectly written!



    Here is my web blog; battery powered electric toothbrush

    ResponderExcluir